Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb
Comunidades Virtuais - AlzheimerDoençaPesquisasLinksFórum
Parkinson
Terapia genética protege e reverte os efeitos debilitantes da doença de Parkinson
Fonte: Science, 27/10/2000

Pesquisadores do centro Médico Ruysh-Presbyterian-St.Luke, em Chicago, e de Lausanne, na Suíça, utilizaram, com sucesso, a terapia genética para reverter as mudanças celulares anatômicas que ocorrem em cérebros de primatas com a doença de Parkinson. Também foi possível prevenir a progressão da doença e reverter os problemas funcionais sintomas da doença associados em macacos que apresentavam sinais da mesma.

A pesquisa foi publicada na edição de hoje da revista Science.

Foi utilizado um vírus especial (lenti-GDNF, ou seja, do fator neurotrófico derivado das células gliais), desenvolvido pelos colaboradores suíços, para levar o gene diretamente às células cerebrais dos macacos.

O GDNF é um nutriente que fortalece e protege as células cerebrais que, normalmente, morreriam devido à doença. Também aumenta a produção da dopamina, neurotransmissor químico, que envia sinais no cérebro, capacitando as pessoas a se moverem lenta e normalmente. A perda da dopamina no cérebro causa os sintomas da doença de Parkinson.

"O sistema de entrega de vetor lentiviral foi efetivo ao levar o GDNF aos locais específicos, onde era necessário resgatar as células e aumentar a produção da dopamina", diz Jeffrey H. Kordower, Ph.D., autor principal do estudo, professor de Neurociências.

Dois grupos de macacos foram utilizados nesta pesquisa. O primeiro grupo foi estudado para determinar como o sistema de entrega lentivirus afetava a anatomia das células cerebrais envelhecidas. O segundo grupo foi estudado para determinar se o tratamento surtia algum efeito sobre o comportamento ou os problemas funcionais associados à doença.

O primeiro grupo envolveu 8 macacos, com cerca de 25 anos de idade, cujos cérebros apresentavam variações celulares específicas associadas ao início da doença. Neste estágio, as células cerebrais permanecem intactas mas interrompem, ou reduzem, a produção de dopamina. Receberam 6 injeções de lenti-GDNF no cérebro.

Antes do tratamento, os cérebros dos animais foram analisados por tomografia de emissão de pósitrons (PET). Após 3 meses de tratamento, os cérebros foram intensivamente analisados por PET, bem como por técnicas de biologia molecular, neuroquímicas e neuroanatômicas. Os resultados demonstraram um aumento dramático da produção de dopamina, similar aos níveis da substância encontrados em macacos mais jovens.

O segundo grupo envolveu 20 animais, sem qualquer sintoma da doença. Para avaliar as mudanças na função ou no comportamento durante o estudo, cada macaco foi treinado em um teste específico. Também, foram analisados pela escala de taxa clínica Parkinsoniana (CRS), uma avaliação observacional dos movimentos, análoga àquela utilizada por neurologistas para avaliar pacientes com a doença de Parkinson.

Os macacos receberam, então, a substância MPTP, que inicia um estado similar à doença tanto em macacos quanto em humanos. Após uma semana, foram novamente testados pelas duas formas, ambas denotando sinais da doença. Os animais receberam, então, o lenti-GDNF. Como resultado, o desempenho no teste específico melhorou muito, quase atingindo padrões normais. Também houve melhoras no teste CRS.

Os macacos do segundo grupo também sofreram a varredura por PET. Os resultados indicaram que o tratamento preveniu por completo a degeneração do sistema de dopamina: as células e fibras cerebrais haviam sido preservadas e foram produzidos maior quantidade de dopamina.

Um terceiro grupo de macacos normais recebeu o lenti-GDNF, sendo abatidos após 8 meses. Níveis elevados de GDNF foram encontrados nestes animais, o que indica a expressão gênica a longo prazo.


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


Últimas Notícias
marcador Será que as mães sabem quando basta?
marcador Crianças que assistem programas para adultos antecipam a atividade sexual
marcador A relação entre o sal e a hipertensão
marcador Dieta mediterrânea reduz risco de danos cognitivos
marcador Drogas para alcoolismo contêm urgência para apostadores patológicos
marcador Poluição na estrada aumenta o risco de alergia em crianças
marcador Dormir mais afeta positivamente o desempenho cognitivo
marcador Beber álcool regularmente pode diminuir risco de artrite reumatóide
marcador Crianças com baixa densidade óssea têm deficiência de vitamina D
marcador Pressão e colesterol altos podem estar associados com doença vascular da retina
marcador Drogas anti-inflamatórias não melhoram função cognitiva em idosos
marcador Atividade física previne câncer de mama em certos grupos
marcador O segredo da vida longa pode não estar nos genes
marcador Excesso de ferro pode prejudicar crianças
marcador Doenças mentais nos pais associadas a autismo nos filhos
marcador Obesidade piora o impacto da asma
+ saúde
marcador Importância da atividade física
marcador Coma um pouco de tudo e de tudo um pouco
marcador Pirâmide alimentar
marcador Soja reduz níveis de colesterol
marcador Maçã protege contra câncer e radicais livres
marcador Todos os vegetais podem prevenir câncer de próstata
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter