Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias Setembro  1999

Amamentação eleva QI de bebês
Fonte: American Journal of Clinical Nutrition, 22/09/1999

O quociente de inteligência, QI, de bebês amamentados é de 3 a 5 pontos mais elevado do que daqueles alimentados por fórmulas, de acordo com estudo publicado na edição de outubro de 1999 do American Journal of Clinical Nutrition.

O leite materno está associado a níveis significativamente elevados do desenvolvimento cognitivo, quando comparada a outro tipo de alimentação. A diferença aumenta conforme o tempo de amamentação e, além disso, bebês que nascem com baixo peso recebem maiores benefícios.

Esse estudo confirma que os nutrientes do leite materno e a ligação maternal têm efeitos benéficos para o QI, conforme afirma James W. Anderson, M.D. Bebês privados do leite de suas mães tendem a apresentar QI mais baixo, menor realização educacional e ajustamento social empobrecido, quando comparados àqueles que foram amamentados.

O leite materno provê nutrientes requeridos para o rápido desenvolvimento do cérebro imaturo. Sustenta o desenvolvimento neurológico ao prover ácidos graxos poli-insaturados de cadeia longa, tais como o ácido docosaexanóico (em inglês, DHA) e o ácido araquidônico (AA).

Esse estudo consistiu em uma meta-análise, ou seja, em uma revisão crítica, resumindo-se os resultados de vários estudos clínicos e de características selecionadas sobre o assunto. Esse tipo de análise é importante para separar os efeitos da ligação com a mãe daqueles advindos dos nutrientes originários do leite materno.

O estudo incluiu 20 artigos publicados que satisfaziam o critério da meta-análise. Essa abrangia fatores como a idade e nível de inteligência da mãe, ordem do nascimento (primeiro ou segundo filho, por exemplo), peso do bebê ao nascer, idade gestatória e condição socio-econômica.

Lipídios formam 60% do cérebro, com o DHA e o AA como componentes principais. Durante a gravidez, a mãe mobiliza o DHA e o AA para garantir o desenvolvimento cerebral do feto, continuando a fornecê-los através do leite após o nascimento.

Bebês prematuros são extremamente vulneráveis por não usufruírem do suprimento intra-uterino daqueles ácidos, não possuindo também qualquer estoque de gorduras destes ácidos de cadeia longa.

Em mais de 60 países, incluindo a maior parte da Europa, as fórmulas infantis são vendidas com DHA e AA, mas os mesmos não são encontrados nas fórmulas vendidas nos EUA.


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 1999
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Leite materno nos primeiros quatro meses de vida protege contra asma e alergias
marcador Dedicação excessiva ao trabalho afeta o coração
marcador Caminhada elimina risco de ataque cardíaco em idosos
marcador O exercício reduz risco de câncer de mama
marcador Treinamento físico leve melhora resposta do sistema imune
marcador Declínio cognitivo não é normal durante o envelhecimento
marcador Envelhecimento com sucesso: manter-se socialmente ativo é a chave para o bem-estar
marcador Caminhada melhora habilidades mentais de pessoas acima dos 60 anos
marcador Amamentação eleva QI de bebês
marcador Estudo demonstra diferenças entre cérebros de homens e mulheres
marcador Dieta tradicional chinesa ajuda prevenir doenças do coração
marcador Hipertensão aumenta risco de declínio cognitivo
marcador Informe seu médico sobre a ingestão de ervas ou suplementos
marcador Atividades físicas no combate à depressão
marcador Vegetarianos têm falta de cálcio
marcador Azeite e vegetais cozidos podem proteger contra artrite reumatóide
marcador Extrato de chá verde: o próximo grande auxílio na perda de peso
marcador Perder peso aumenta risco de morte
marcador Redução drástica de peso aumenta risco de obesidade definitiva
marcador Exercícios melhoram o aprendizado e a memória
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter