Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias outubro de  2000

É cada vez mais fácil identificar pacientes sob risco de câncer de mama
Fonte: Sociedade Européia de Oncologia Médica, 16/10/2000

Mais da metade das mulheres com câncer de mama localmente avançado tende a sofrer uma recaída dentro de cinco anos, apesar da quimioterapia e da radioterapia. Além disso, uma a cada cinco pacientes sob risco reduzido desenvolverá um câncer secundário dentro de 10 anos. Infelizmente, os médicos freqüentemente são incapazes de predizer quais mulheres estão sob maior risco. Porém, resultados preliminares de uma pesquisa sobre um possível novo teste para resolver este problema foram apresentados ontem, 16 de outubro, em uma conferência da Sociedade Européia de Oncologia Médica, em Hamburg.

A descoberta foi apresentada pelo Dr. Pier Francesco Ferrucci, do Instituto Europeu de Oncologia, em Milão. Sugere-se que a chave para reconhecer e fornecer tratamento mais intensivo a mulheres que tendem a sofrer recaída pode ser uma proteína denominada maspina, produzida por células epiteliais dos seios.

Foram estudadas 48 mulheres que haviam sofrido cirurgia e quimioterapia agressiva para o tratamento do alto risco de câncer de mama. Todas foram testadas, por vários métodos, com relação à presença de células epiteliais dos seios na medula óssea e no sistemas sangüíneo periférico. Todas apresentavam doenças micro metastáticas, ou seja, apresentavam minúsculos tumores secundários, tipicamente na medula óssea, que apareciam como massas sólidas, podendo ser observadas, no microscópio, em amostras do tecido. O panorama para mulheres nestas condições, em geral, não é bom.

Os pesquisadores avaliaram a expressão de várias substâncias associadas ao câncer de mama nas amostras de tecido e de sangue através de vários métodos moleculares e histológicos. Estas substâncias incluíam as citoqueratinas (que confirmam a presença de células epiteliais) e as mamaglobinas (que indicam a presença de células derivadas do tecido dos seios), bem como a proteína maspina, a qual apenas recentemente demonstrou habilidade em suprimir tumores (provavelmente como resultado da inibição do crescimento de novos vasos sangüíneos necessários para alimentar as células cancerosas).

Descobriu-se que, em geral, mulheres com níveis elevados de maspina tinham menor tendência à recaída. O efeito era particularmente pronunciado em 10 das mulheres, que possuíam 20 ou mais nódos linfáticos afetados pela doença. Após 15 meses de observação, oito destas mulheres não sofreram recaída, tendo níveis elevados de maspina. As duas mulheres deste grupo com níveis reduzidos de maspina desenvolveram cânceres secundários no fígado e nos pulmões.


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2000
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Novos antibióticos devem ser usados com sabedoria
marcador Fumo ligado a intelecto debilitado em idosos
marcador Soja protege o coração sem elevar taxa hormônios
marcador Combatendo doenças cardíacas em minutos
marcador Vitamina D é medicamento promissor contra o câncer
marcador O mel pode ser a cura
marcador Caroteno e vitamina E protegem contra dano do sol para pele
marcador Dieta e exercício têm importante papel na prevenção do câncer
marcador Risco de câncer de mama está ligado à terapia de reposição hormonal
marcador Vitamina E pode ajudar a reduzir declínio cognitivo em idosos
marcador A aspirina pode trazer mais problemas do que benefícios na prevenção de doenças coronárias
marcador Mulheres ainda não têm o costume de tomar vitaminas para prevenir defeitos congênitos em seus bebês
marcador Vitaminas C e E podem proteger contra o declínio mental e algumas demências
marcador Descoberto método inovador de terapia genética para doenças do coração
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter