Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias Abril de  2005

Exercícios são benéficos às crianças com defeitos cardíacos
Fonte: Pediatrics, 05/12/2005

Um pequeno estudo piloto indica que muitas crianças com doenças do coração congênitas sérias, as quais normalmente são orientadas a restringirem suas atividades, podem melhorar a sua função cardiovascular e capacidade física por meio de um programa de reabilitação cardíaca.

Quinze de 16 crianças que participaram de um programa de reabilitação durante 12 semanas no Children's Hospital Boston apresentaram ganhos significativos na função cardíaca, reportam pesquisadores.

Defeitos congênitos no coração afetam cerca de 8 a cada 1.000 recém-nascidos. Devido aos avanços no tratamento, mais e mais crianças com esses defeitos estão sobrevivendo. Muitas têm capacidade física diminuída depois que os defeitos são reparados e parte dessa restrição é causada pela falta de atividade, disse Jonathan Rhodes, MD, cardiologista do Children's Hospital Boston e que conduziu o estudo. "Essas crianças não se exercitam muito. Elas são orientadas por médicos, pais e professores para não se exercitarem", disse Rhodes. "A reabilitação cardíaca não é um componente da maioria dos programas de cardiologia pediátricos".

O estudo inscreveu 19 crianças, com idades entre 8 a 17 anos, que tinham doença do coração congênita grave o suficiente para restringirem as suas atividades e apresentavam função cardíaca reduzida em testes físicos. Nenhum participante apresentou resultados dos testes físicos que pudessem ser fonte de preocupação em relação à segurança do programa de reabilitação, tais como arritmias ou dor no peito. Entretanto, todas as 16 crianças que completaram o programa tinham passado por cirurgia cardíaca ou um procedimento não cirúrgico no passado e 11 das 16 crianças tinham apenas um ventrículo funcional ou câmara de bombeamento.

O programa de 12 semanas consistiu de duas sessões semanais com uma hora de duração, que combinavam alongamento, aeróbica e exercícios de resistência/peso leves. As atividades foram adaptadas aos interesses das crianças e incluíam dança, ginástica, boxe e pular corda. Foram instituídos prêmios para manter as crianças motivadas e as sessões eram realizadas ao ar livre sempre que possível.

A taxa cardíaca foi medida antes de cada sessão e 2 a 3 vezes durante a sessão. Por segurança, um oxímetro de pulso e desfibrilador externo estavam disponíveis no local, mas nunca foram necessários.

Ao fim do programa, 15 das 16 crianças melhoraram significativamente o pico da taxa de trabalho, pico do consumo de oxigênio ou ambos: seus corações estavam bombeando mais sangue em cada batimento e seus músculos estavam usando mais oxigênio. Conseguiu-se melhoras de 20% em alguns parâmetros. Não ocorreram eventos adversos.

A equipe de Rhodes também conduziu testes físicos de acompanhamento 7 meses após o término do programa. Os resultados mostraram que os benefícios cardíacos dos exercícios se mantinham, ao passo que as crianças que não participaram apresentaram um leve declínio na função cardíaca. Nos questionários, os participantes relataram que estavam se exercitando mais do que no passado e apresentaram maior pontuação nos quesitos comportamental, emocional e auto-estima.

Rhodes acredita que cerca de 2/3 das crianças com doença cardíaca congênita séria possam participar de um programa de reabillitação. No estudo piloto, menos de 10% das crianças com capacidade física reduzida tinham condições que tornavam o exercício perigoso.

"Com a aprovação de um pediatra cardiologista e após teste físico cuidadoso, o exercício é normalmente seguro e tolerável para crianças com defeitos cardíacos congênitos", disse ele.


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2005
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Doença de Alzheimer: Óleo de peixe pode combater a doença
marcador Alzheimer: Pesquisadores descobrem ligação entre insulina e doença
marcador Nutrição pré-natal deficiente danifica função de células produtoras de insulina
marcador Atividade física associada com proteção à doença de Parkinson
marcador Toxoplasmose: Médicos recomendam exame em todas mulheres grávidas e recém-nascidos
marcador Alzheimer: Dieta pobre em carboidratos e poucas calorias diminui sua progressão
marcador Chá de Camomila é benéfíco à saúde
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter