Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias Abril de  2005

Cientistas defendem o adiamento do uso de medicação para epilepsia no início
Fonte: The Lancet, 10/06/2005

Cientistas investigando epilepsia na University of Liverpool não encontraram nenhum benefício significante, a longo prazo, em administrar um tratamento imediato para aqueles com epilepsia no início e raros ataques.

Cerca de 50.000 pessoas na Grã-Bretanha sofrem de epilepsia, tornando-a a doença neurológica mais comum e grave. Muitos daqueles que desenvolvem epilepsia começam tendo ataques na infância, apesar de ela poder se desenvolver em qualquer idade.

Os riscos e os benefícios de começar ou manter o tratamento para pacientes com poucas ou raras convulsões, nunca estiveram claros, mas pesquisas agora sugerem que o tratamento prematuro acrescenta pouco ou nenhum benefício para a qualidade de vida dos pacientes.

O professor David Chadwick e sua equipe, da University's Division of Neuroscience, acharam que tratamento precoce não reduz o risco da reccorrência de ataques a longo prazo e o adiamento da medicação não aumenta o risco de epilepsia crônica.

Os cientistas conduziram um estudo clínico aleatório com 1.400 pacientes de todo o mundo, com um único ataque epiléptico ou convulsões raras. Metade dos pacientes foi designada para tratamento imediato com drogas anti-epilépticas e a outra metade foi designada para tratamento mais tardio, onde eles não receberiam drogas até que os próprios e seus clínicos concordassem que o tratamento era necessário.

O estudo descobriu que o tratamento imediato reduzia ataques recorrentes a curto prazo mas não tinha efeito em resultados a longo prazo. Mais pacientes no grupo do tratamento imediato do que no grupo do tratamento adiado tiveram efeitos adversos que provavelmente estavam relacionados ao tratamento. Não houve diferenças na qualidade de vida entre os pacientes dos dois grupos.

Professor Chadwick disse: "Nós temos procurado quantificar precisamente os benefícios em termos de controle dos ataques, para melhorar a qualidade de informação disponível para auxiliar a decisão de clínicos e pacientes sobre as opções do tratamento. Nós mostramos que a política do tratamento imediato com drogas anti-epiléticas, principalmente com carbamazepina ou valproato, reduzem a ocorrência dos ataques nos próximos 1 ou 2 anos, mas não modificam as taxas de remissão a longo prazo após o primeiro ou vários ataques.

"Depois de dois anos, os benefícios do melhor controle do ataque epiléptico com o tratamento imediato parecem ser balanceados pelos efeitos indesejáveis do tratamento medicamentoso e não há melhoria em termos de qualidade de vida".

Samuel Berkovic da University of Melbourne, Australia, acrescentou: "Independente de uma diminuição do risco de ataques imediatos, os resultados deste estudo sugerem que há pouco a ganhar a longo prazo em começar o medicamento imediatamente". "No que é geralmente uma decisão difícil, bons dados associados com uma síntese clínica dos riscos e benefícios, adaptada às circunstâncias pessoais dos pacientes, contribuirão para as decisões de tratamento ideais".


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2005
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Doença de Alzheimer: Óleo de peixe pode combater a doença
marcador Alzheimer: Pesquisadores descobrem ligação entre insulina e doença
marcador Nutrição pré-natal deficiente danifica função de células produtoras de insulina
marcador Atividade física associada com proteção à doença de Parkinson
marcador Toxoplasmose: Médicos recomendam exame em todas mulheres grávidas e recém-nascidos
marcador Alzheimer: Dieta pobre em carboidratos e poucas calorias diminui sua progressão
marcador Chá de Camomila é benéfíco à saúde
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter