Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias Abril de  2005

Estudo apresenta nova evidência para origem da dislexia
Fonte: Nature Neuroscience, 29/05/2005

Cientistas da University of Winsconsin-Madison e da University of Southern Califórnia (USC) contestaram a teoria de que deficiências em certos processos visuais causam as dificuldades de fala e escrita que os disléxicos normalmente têm.

Um problema mais geral na percepção sensorial básica pode ser a raiz do distúrbio de aprendizado, como informaram os cientistas. O estudo sugere novas formas para identificar disléxicos e avaliar as inúmeras técnicas usadas por professores para ajudá-los em sala de aula.

Falhas nos neurônios possivelmente dificultam a distinção de importantes indicações visuais e auditivas dos sons e padrões ambientais, ou barulhos; é essa incapacidade que pode conduzir severamente em como facilmente uma criança pode ler, disse a autora Anne Sperling, que conduziu as pesquisas como aluna de pós-graduação da USC, ao lado do co-autor Mark Seidenberg, professor de psicologia da UW-Madison.

"Nós queremos mesmo entender o que, no âmbito neurológico, leva aos problemas de leitura", disse Sperling. "Nós achamos que se uma criança passa por um período de tempo ignorando o som, isso pode distorcer a percepção da fala e complicar [o reconhecimento] das partes sonoras, o que é essencial para a alfabetização".

A dislexia, um problema de aprendizagem com bases neurológicas, afeta entre 5 a 10% das crianças nos Estados Unidos. Sperling considera essa condição um problema crescente porque a leitura insatisfatória interfere em vários tipos de aprendizagem.

Primeiramente, os pesquisadores propuseram durante os anos de 1920 que, algumas vezes, crianças disléxicas soletram palavras de trás para frente porque têm problema de enxergar de forma direta. Cinco décadas depois, essa idéia se tornou ultrapassada, à medida em que os pesquisadores acreditaram que os problemas de leitura de disléxicos estão diretamente ligado à inabilidade de combinar fonemas ou componentes sonoros em qualquer palavra.

"Por alguma razão, as crianças disléxicas não estão desenvolvendo o entendimento de fonemas", diz Seidenberg. "Isso tem pouco impacto na linguagem falada, mas grande impacto no aprendizado da leitura".

Os cientistas há muito tempo tentam entender porquê os disléxicos "tropeçam" nos fonemas. Com recentes avanços no entendimento do cérebro e processos visuais, nos anos 90, os pesquisadores da dislexia voltaram a considerar a visão como a provável origem do distúrbio de aprendizagem. Em particular, eles focaram no caminho magnocellular (M), um dos dois caminhos visuais no cérebro que processa movimento e claridade. O outro canal visual, o caminho parvocellular (P), que processa detalhe e cor.

Alguns estudos implicaram em um canal M debilitado, mostrando que crianças disléxicas têm problemas em enxergar estímulos em movimento ou que mudam rapidamente. Mas as descobertas não tem sido replicadas prontamente e tem havido pouco consenso entre os especialistas, disse Sperling.

Projetando uma nova abordagem, Sperling reuniu 28 crianças disléxicas e 27 não-disléxicas, e mostrou a elas uma forma em uma tela de computador mostrando barras claras e escuras alternadas. Um tipo de forma, com barras grossas piscantes, objetivava estudar o caminho M dos participantes. O outro padrão, com barras mais finas e não piscantes ativavam o caminho P dos participantes. Os padrões apareciam ou à direita ou à esquerda do monitor e a criança deveria indicar em que lado elas o enxergavam.

Somente quando as formas apareciam é que as crianças disléxicas podiam escolher ambos monitores M e P. Mas quando Sperling obscurecia parcialmente as formas com ruídos, como manchas claras e escuras similares a estática de televisão, as crianças disléxicas tiveram dificuldades em isolar ambas as formas P e M.

O estudo confima que os problemas com "ignorar sons" desempenham um papel mais central no início da dislexia que os caminhos M e P, disse Sperling. Uma sugestão de aplicação imediata em sala de aula seria os professores "acentuarem diferenças entre os sons, mostrando os extremos para ajudar as crianças disléxicas a construir categorias".

Seidenberg acrescenta que estudos futuros deverão examinar sistemas sensoriais adicionais, para verificar se a idéia do ruído se sustenta para todos os sentidos e para buscar ligações entre processos visuais e auditivo na dislexia.


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2005
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Doença de Alzheimer: Óleo de peixe pode combater a doença
marcador Alzheimer: Pesquisadores descobrem ligação entre insulina e doença
marcador Nutrição pré-natal deficiente danifica função de células produtoras de insulina
marcador Atividade física associada com proteção à doença de Parkinson
marcador Toxoplasmose: Médicos recomendam exame em todas mulheres grávidas e recém-nascidos
marcador Alzheimer: Dieta pobre em carboidratos e poucas calorias diminui sua progressão
marcador Chá de Camomila é benéfíco à saúde
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter