Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias Abril de  2005

Qual a melhor estratégia de tratamento para artrite reumatóide?
Fonte: Arthritis & Rheumatism, 01/11/2005

Uma doença inflamatória progressiva que afeta as juntas e órgãos, a artrite reumatóide (AR) afeta mais de 2 milhões de americanos, a maioria mulheres acima de 40 anos. Embora ainda não tenha sido encontrada a cura, o tratamento de pacientes com artirte reumatóide mudou consideravelmente nas últimas duas décadas.

Hoje, o objetivo da terapia não é apenas aliviar os sintomas mas a prevenção de danos estruturais e declínio funcional de longo prazo. Em torno desses objetivos, várias drogas anti-reumáticas modificadoras da doença (DMARD, em inglês) mostraram-se efetivas em estudos clínicos, isoladamente ou combinadas com antagonistas do fator de necrose de tumor (TNF). Embora o aumento recente das opções terapêuticas ofereça muitas promessas, tem sido deixado aos médicos a questão: "Qual é o melhor tratamento para pacientes recentemente diagnosticados com artrite reumatóide?".

Os resultados de um estudo de longo prazo provêem respostas claras. Uma equipe de pesquisadores nos Países Baixos compararam os quatro tratamentos mais comumente prescritos para artrite reumatóide no estágio inicial em 508 pacientes. Basicamente, mulheres com idade média de 54 anos, e que estavam sofrendo com os sintomas da doença há 23 semanas em média antes de entrarem na pesquisa. Depois de designar os pacientes para um dos quatro tratamentos, os pesquisadores monitoraram os efeitos e benefícios para cada grupo ao longo de um ano.

O grupo 1 (126 pacientes) recebeu a terapia DMARD padrão, começando com metotrexato. O grupo 2 (121 pacientes) recebeu uma terapia combinada progressiva, começando com metotrexato apenas e acrescentando outros DMARDs e prednisona. O grupo 3 (133 pacientes) começou com uma combinação de metotrexato, sulfasalazina e prednisona. O grupo 4 (128 pacientes) começou com uma combinação de metotraxato e infliximab. Para todos os grupos, a dosagem foi aumentada ou mudada para combinações de outras drogas, de acordo com o protocolo do tratamento para atingir um estado de baixa atividade da doença.

Ao fim de um ano, todos os grupos apresentaram melhoras mensuráveis, sendo que 32% de todos pacientes tiveram remissão de suas doenças. Entretanto, os pacientes que receberam a terapia combinada com prednisona (grupo 3) ou com infliximab (grupo 4) - a progressão radiográfica do dano nas juntas foi significativamente menor do que nos pacientes tratados apenas com DMARDs (grupo 1) ou pacientes com terapia combinada progressiva (grupo 2). O número de pacientes sem qualquer progressão radiográfica do dano nas juntas também foi maior nos grupos 3 e 4. Além disso, esses pacientes tiveram melhoras funcionais mais rapidamente do que os pacientes no grupos 1 e 2, de acordo com a graduação da versão holandesa do Health Assessment Questionnaire. De um modo geral, os pacientes que receberam a terapia combinada inicial não tiveram mais efeitos colaterais do que pacientes nos outros dois grupos.

"Pacientes nos grupos 3 e 4 tiveram um alívio mais rápido dos sintomas e melhoras da função física", observa o autor B. A. C. Dijkmans, M.D. "Além disso, existe a possibilidade da supressão efetiva da atividade da doença durante as suas fases iniciais melhorar o dano de longo prazo da junta e a função física e, até mesmo induzir a remissão clínica real sem a necessidade de tratamento continuado com DMARD".


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2005
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Doença de Alzheimer: Óleo de peixe pode combater a doença
marcador Alzheimer: Pesquisadores descobrem ligação entre insulina e doença
marcador Nutrição pré-natal deficiente danifica função de células produtoras de insulina
marcador Atividade física associada com proteção à doença de Parkinson
marcador Toxoplasmose: Médicos recomendam exame em todas mulheres grávidas e recém-nascidos
marcador Alzheimer: Dieta pobre em carboidratos e poucas calorias diminui sua progressão
marcador Chá de Camomila é benéfíco à saúde
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter