Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias novembro de  2006

Consumo e manipulação de aves domésticas são fatores de risco para resistência a antibiótico
Fonte: The Journal of Infectious Diseases, 01//11/2006

O uso do antibiótico como um promotor de crescimento de criações aumenta o risco de resistência a antibióticos em humanos, descobriram um pesquisador da Marshfield Clinic e colegas. Resultados do estudo de três anos patrocinado pelo Disease Control and Prevention, Atlanta, Georgia, estão publicados no Journal of Infectious Diseases.

Edward Belongia, M.D., do Marshfield Clinic Research Foundation, Marshfield, Wis., e seus colegas examinaram a exposição a aves domésticas como um fator de risco para resistência a antibiótico do Enterococcus faecium, uma bactéria do intestino que é a causa crescente de infecções em hospitais. A equipe de pesquisa focou o uso de um antibiótico que promove o crescimento em aves domésticas, chamado virginiamicina.

A virginiamicina é bem parecida com quinupristina-dalfopristina, um antibiótico licenciado para tratar pacientes com infecções sérias resistentes a antibióticos. A droga é prescrita sob o nome da marca Synercid.. De acordo com Belongia, "Existe uma falta de dados sobre o impacto do uso de antibiótico em criações e sua relação com a resistência a antibióticos em humanos, mas existe uma quantidade satisfatória de evidências indiretas sugerindo que o uso de antibióticos pode ser um risco para a saúde humana".

"Há muito tempo que sabemos que bactéria resistente pode ser encontrada em produtos de aves vendidas no varejo, mas nosso estudo é um dos primeiros a mostrar uma associação entre presença em humanos de genes resistentes a antibióticos e ingerir ou manipular aves domésticas. "Esses resultados indicam que o uso de virginiamicina em aves domésticas leva a transferência de genes resistentes a antibióticos para a bactéria do intestino humano através do alimento e eles forneceram evidências adicionais que o uso de promotores de crescimento em animais pode ter conseqüências de longo prazo para a saúde humana. O Food and Drug Administration (FDA) pode usar essa informação para desenvolverem seus procedimentos de avaliação de riscos.

A importância desse artigo foi ilustrada por uma reunião do FDA Veterinary Medicine Advisory Committee sobre um requerimento para licenciar um antibiótico de largo espectro, chamado de cefquinome, para uso em gado. Belongia participou da reunião, representando o Infectious Diseases Society of America.

"Houve uma grande preocupação que esse antibiótico pudesse promover a resistência a drogas cefalosporinas que são essenciais para muitos pacientes com infecções sérias, e no final do dia o comitê do FDA recomendou contra a droga", disse Belongia. Nosso estudo foca numa droga diferente em um tipo de animal diferente, mas esse é um exemplo oportuno da controvérsia relacionada ao uso apropriado de antibióticos em alimentos produzidos de animais. "Precisamos ter drogas para tratar animais doentes, mas não devemos usar antibióticos para promover o crescimento", acrescentou ele.

Trabalharam com Belongia, como pesquisadores principais, membros do Marshfield Enterococcal Study Group - Amy L. Kieke, Ph.D., Mark A. Borchardt, Ph.D., Burney A. Kieke, Susan K. Spencer e Mary F. Vandermause; e do Minnesota Department of Health, St. Paul, Minnesota - Kirk E. Smith and Selina L. Jawahir. Amy Kieke foi o principal autor do artigo publicado. Borchardt dirigiu atividades laboratoriais para detectar resistência a antibióticos e genes resistentes. Eles isolaram E. faecium em amostras de fezes de 105 pacientes recentemente hospitalizados e 65 vegetarianos saudáveis, tanto em 77 amostras de aves domésticas vendidas no varejo quanto em 23 amostras de carne dessas aves sem antibiótico.

Depois da exposição ao virginiamicina, o E. faecium de aves domésticas convencionais e de pacientes que a consumiram tornaram-se resistentes ao Synercid com maior freqüencia do que o E. faecium de vegetarianos ou de aves livres de antibiótico. Algumas das resistências foram atribuídas a genes específicos e tanto o gene quanto a resistência estavam associados com o contato com a carne de aves abatidas e o consumo freqüente dessas aves.

Testes laboratoriais mostraram que bactérias isoladas de pacientes e vegetarianos não tiveram resistência pré-existente ao Synercid. A resistência é rara entre aves sem uso dos antibióticos, mas a maioria das bactérias isoladas de amostras de aves domésticas convencionais era resistente.


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2006
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Batatas fritas pré-cozidas no microondas têm menor quantidade de acrilamida
marcador Solidão associada à hipertensão em idosos
marcador Dieta Mediterrânea diminui o risco de Alzheimer
marcador Uso de estatina melhora desempenho erétil de alguns homens
marcador Maçã melhora a memória
marcador Pessoas que restringem calorias possuem corações mais jovens
marcador Exercício acelera a cura de feridas em idosos
marcador Caminhar reduz declínio decorrente da doença arterial periférica
marcador Leite achocolatado pode ser a chave para vida mais saudável e mais longa
marcador Vitamina D inibe a progressão de alguns cânceres de próstata
marcador Caminhar reduz declínio decorrente da doença arterial periférica
marcador Amamentação melhora saúde mental
marcador Composto químico encontrado em morangos melhora memória
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter