Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias janeiro 2015

Tanto a perda quanto o ganho de peso estão associados ao aumento do risco de fraturas

The BMJ , 27/01/2015

Tanto o ganho de peso quanto a perda de peso em mulheres idosas (pós-menopausa) estão associados ao aumento da incidência de fratura, mas em diferentes sítios anatômicos, constata um estudo publicado.

Os resultados também desafiam a visão tradicional de que o ganho de peso protege contra fraturas.

A influência do peso corporal sobre o risco de fratura é complexa. O baixo peso corporal é um fator de risco bem reconhecido para a fratura, mas a obesidade também aumenta o risco de fratura em alguns locais. Não se sabe como os padrões de fratura diferem após perda de peso intencional e não intencional em mulheres na pós-menopausa.

Então, uma equipe de pesquisadores americanos investigou as associações entre a mudança na pós-menopausa no peso corporal e incidência de fratura - e associações entre perda de peso voluntária e involuntária com risco de fratura.

Eles analisaram dados de mais de 120.000 mulheres pós-menopáusicas saudáveis. As mulheres tinham idade entre 50 e 79 anos no início do estudo (1993-1998) e foram acompanhadas por uma média de 11 anos.

Informações como idade, etnia, índice de massa corporal (IMC), tabagismo, consumo de álcool, os índices de atividade física, ingestão de cálcio e vitamina D foram registradas no início do estudo.

A cada ano, os participantes foram pesados e questionados para relatarem fraturas de membro superior (mão, punho, cotovelo, braço, ombro), membros inferiores (pé, joelho, coxa, exceto quadril, tornozelo), e organismo central (quadril, pelve e coluna vertebral).

A mudança no peso corporal foi classificada como estável (variação de menos de 5% do peso inicial), perda de peso (uma diminuição de 5% ou mais desde o exame inicial), e ganho de peso (um aumento de 5% ou mais desde o exame inicial ).

Os resultados, após a terceira visita anual mostraram que, durante uma média de 11 anos de acompanhamento, em comparação com o peso estável, a perda de peso foi associada a um aumento de 65% em fratura de quadril, um aumento de 9% em fratura do membro superior, e um aumento de 30 % na fratura do corpo central.

Além disso, em comparação com as mulheres que tinham peso estável, o ganho de peso foi associado com um aumento de 10% nas fraturas de membros superiores e um aumento de 18% nas fraturas de membros inferiores, mas não houve diferença em fraturas do corpo central.

Em comparação com o peso estável, a perda de peso involuntária foi associada com um aumento do risco de fraturas da anca e coluna vertebral, enquanto que a perda de peso intencional foi associada a um risco aumentado de fraturas dos membros inferiores, mas uma diminuição no risco de fraturas da anca.

Este estudo é o primeiro a se concentrar especificamente sobre como a mudança de peso pode influenciar diferencialmente os membros superiores, os membros inferiores, e as fraturas dos corpos centrais entre as mulheres na pós-menopausa nos EUA, dizem os autores.

Essas descobertas "têm implicações clínicas e de pesquisa e desafiam o paradigma clínico tradicional que o ganho de peso protege contra fraturas", acrescentam. "Os médicos devem estar cientes de que até mesmo a perda de peso intencional está associada com o aumento das taxas de fraturas dos membros inferiores."

Um acompanhamento editorial discute as implicações para a prática clínica. Juliet Compston, professora emérita de medicina óssea na Universidade de Cambridge, diz que a perda de peso não intencional de 5% ou mais em mulheres na pós-menopausa "deve ser considerada como um fator de risco para fratura, e da fratura de quadril em particular."

A descoberta de um risco aumentado de fraturas com perda de peso intencional e com o ganho de peso, embora pequeno, no entanto, "enfatiza a necessidade de medidas para prevenir a perda óssea durante as intervenções para reduzir o peso", acrescenta ela.

+ Artigos:

Sedentarismo - Introducao, por Dr. Turibio Leite Barros Neto

O que você come depois dos exercícios faz diferenca - Journal of Applied Physiology, 28/01/2010

O exercício pode melhorar um pouco os índices de bom colesterol - Archives of Internal Medicine, 28/05/2007

Exercícios quando jovem reduzem o risco de fraturas mais tarde - Journal of Bone and Mineral Research, 30/11/2006

Exercícios ajudam pacientes com câncer de mama a evitarem a anemia - Cancer, 15/11/2006

Exercício reverte efeitos não saudáveis da inatividade - Annual Meeting of the American College of Sports Medicine, 02/06/2006

Exercício reduz sintomas de menopausa e melhora a qualidade de vida - Journal of Advanced Nursing, 22/03/2006

Problemas digestivos podem impedir pessoas obesas de se exercitarem - Clinical Gastroenterology and Hepatology, 10/12/2005

Exercícios são benéficos às criancas com defeitos cardíacos - Pediatrics, 05/12/2005

Dieta rica em proteína acentua o benefício dos exercícios - Journal of Nutrition, 25/08/2005

Depressão: Exercícios ajudam a reduzir seus sintomas - American Journal of Preventive Medicine, 25/01/2005

Exercício acelera a cura de feridas em idosos - Journal of Gerontology: Medical Sciences, 10/01/2005

Pesquisadores identificam uma nova maneira de reduzir o nível de colesterol - American Journal of Clinical Nutrition, 16/12/2004

Descoberto tratamento efetivo para distúrbio do exercício - New England Journal of Medicine, 24/12/2003

Substância quimica cerebral elevada durante os exercícios vicia - Neuroscience, 30/09/2003

Cientistas afirmam que o exercício fisico aumenta a imunidade - The Journal Brain, Behavior and Immunity, 02/07/2003

Maior fluxo sanguíneo conduz a vasos mais saudáveis - Circulation Research, 24/01/2003

Exercício aerobico moderado nao protege contra a osteoporose - Journal of Internal Medicine, 01/11/2002

Terapia com exercícios melhora a fibromialgia - British Medical Journal (BMJ), 26/07/2002

Atividade física pode melhorar a qualidade de vida em pacientes de câncer - 18th UICC International Cancer Congress, 04/07/2002

Seis meses de exercícios podem reverter declínio na condição física associado a idade - Circulation: Journal of American Heart Association, 17/09/2001

Efeito de exercícios na redução da depressão parecem ser duradouros - Duke University Medical Center, 21/09/2000

Medidas de pressão sangüínea durante exercícios podem indicar problemas de coração - Associação Americana de Reabilitação Pulmonar e Cardiovascular, 14/09/2001

Exercícios oferecem beneficios emocionais para idosos - The Annals of Behavioral Medicine, 01/08/2001

Exercícios aumentam a auto-estima de idosos - Annals of Behavioral Medicine, 01/08/2000

Exercícios físicos mantém jovens os vasos sanguíneos - Circulation: Journal of the American Heart Association, 27/06/2000

Exercícios protegem músculos contra lesões - University of Buffalo, 06/06/2000

Poucas provas de dependência de exercícios entre mulheres - British Journal of Sports Medicine, 28/03/2000

Levantamento de peso pode melhorar a saúde do coração e ajudar a delinear a cintura - Circulation, 22/02/2000

Caminhada elimina risco de ataque cardíaco em idosos - Circulation: Journal of the American Heart Association, 06/07/1999


Buscar mais artigos:  


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2015
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Estudo mostra como a maconha suprime as funções imunes
marcador Chocolate preto é bom para diabetes Diabetic Medicine, 18/10/2010
marcador Exercícios podem aumentar o volume do cérebro de pacientes com esquizofrenia
marcador Óleo de peixe reduz risco de distúrbios psicóticos
marcador Chumbo pode ser o responsável pelo TDAH
marcador Desinfetantes podem levar ao crescimento de superbactérias
marcador O que você come depois dos exercícios faz diferença
marcador Poluição ambiental e diabetes podem estar associados
marcador Aveia é saudável
marcador Exercício reduz ansiedade, estresse e depressão na menopausa
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter