Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias março de 2012

Confirmada a ligação entre fast-food e depressão

Public Health Nutrition, 30/03/2012

De acordo com um estudo realizado por cientistas da Universidade de Las Palmas de Gran Canaria e da Universidade de Granada, ingerir produtos assados como bolos, croissants, donuts e fast-food (hambúrgueres, cachorros quentes e pizza) está ligado à depressão.

Os resultados revelam que os consumidores de fast food, quando comparados àqueles que não consomem ou consomem muito pouco , têm uma probabilidade 51% maior de desenvolver depressão. Além disso, o resultado está relacionado com a dose consumida. Em outras palavras, isto significa que "quanto mais fast-food você consumir, maior o seu risco de depressão", explica Almudena Sánchez-Villegas, autora principal do estudo.

O estudo mostra que os participantes que mais comem fast-food e produtos comerciais são aqueles que são solteiros, menos ativos e que têm maus hábitos alimentares, que incluem comer menos frutas, nozes, peixes, legumes e azeite. Fumar e trabalhar mais de 45 horas por semana são outras características prevalentes desse grupo.

No que diz respeito ao consumo de produtos assados comerciais, os resultados são igualmente conclusivos. "Mesmo a ingestão de pequenas quantidades está associada a uma chance significativamente maior de desenvolver depressão", de acordo com o pesquisador da Universidade das Ilhas Canárias

A amostra do estudo foi retirada do Projeto SOL (Universidade de Navarra Dieta e Programa de Rastreamento de Estilo de Vida) e consistiu na análise de 8.964 participantes que nunca tinham sido diagnosticados com depressão ou tomado antidepressivos. Eles foram avaliados durante aproximadamente seis meses, e 493 foram diagnosticados com depressão ou começaram a tomar antidepressivos.

Estes novos resultados dão suporte aos encontrados no projeto SUN de 2011, publicados na revista PLoS One. O projeto registrou 657 casos novos de depressão em 12.059 pessoas analisadas durante mais de seis meses. Um aumento de 42% no risco foi associado com o fast-food, que é menor do que o encontrado no presente estudo.

Sánchez-Villegas conclui que "embora outros estudos sejam necessários, a ingestão deste tipo de alimento deve ser controlada por causa de suas implicações para a saúde (obesidade, doenças cardiovasculares) e bem-estar mental."

A depressão afeta 121 milhões de pessoas em todo o mundo. Este número torna-se uma das principais causas globais de incapacidade e, em países com renda baixa e média, é a principal causa.

No entanto, pouco se sabe sobre o papel que a dieta desempenha no desenvolvimento de transtornos depressivos. Estudos anteriores sugerem que certos nutrientes têm um papel preventivo. Estes incluem vitaminas do grupo B, ácidos graxos ômega-3 e óleo de oliva. Além disso, uma dieta saudável, como a dieta mediterrânea, tem sido associada a um menor risco de desenvolver depressão.

+ Artigos:

Depressão Infantil - Introdução, por Dr. Genario Alves Barbosa e Dra. Adriana de Andrade Gaiao e Barbosa

Dieta mediterrânea associada com menor risco de depressão - Archives of General Psychiatry, 10/10/2009

Otimismo diminui o risco de morte em mulheres - Circulation, 10/08/2009

Porque os antidepressivos não funcionam para todos - Neurosciense 2009, 27/10/2009

Níveis baixos de testosterona associados com depressão em homens idosos - Archives of General Psychiatry, 01/03/2008

Depressão após ataque do coração aumenta risco de morte - Biological Psychiatry, 15/10/2008

A depressão em mulheres com enxaqueca está relacionada a abuso na infância - Neurology, 04/09/2007

Uso de antidepressivo associado com risco maior para pacientes cardiacos - The Annual Meeting of the American Psychosomatic Society, 04/03/2006

Depressão da mãe associada a comportamento anti-social da criança- Archives of General Psychiatry, 07/02/2005

Depressão não é bom para o seu coração - American Journal of Preventive Medicine, 20/12/2005

Estimulação cerebral trata depressão resistente - Neuron, 03/03/2005

Antidepressivo reduz risco de ataque cardíaco - Archives of General Psychiatry, 05/07/2005

Dor é efeito colateral comum na depressão - Journal of General Internal Medicine, 24/08/2004

Depressão: mulheres jovens com depressão podem apresentar síndrome metabólica - Psychosomatic Medicine, 28/06/2004

Novas pistas para o tratamento da depressão resistente - Biological Psychiatry, 15/10/2003

Tratamento comum para a depressão é seguro e eficaz para os pacientes com Alzheimer - Archives of General Psychiatry, 23/07/2003

Depressão e dor crônica podem influenciar diagnóstico e tratamento - Archive of General Psychiatry, 16/01/2003

Os polimorfismos podem levar a tratamentos mais baratos e eficazes para a depressão - American Association for Clinical Chemistry (AACC), 30/07/2002

Identificados novos sinais de depressão e ansiedade em pacientes - Journal of the American Board of Family Practice, 20/05/2002

Depressão dobra o risco de ataque cardíaco em pacientes hipertensos - Psychosomatic Medicine, 22/03/2001

O estresse pode aumentar o risco de doenças do coração em mulheres - Sociedade Psicossomatica Americana, 08/03/2001

A depressão pode aumentar o risco de morte por doenças do coração - Archives of General Psychiatry, 14/03/2001

A depressão atrapalha a regulação dos batimentos cardíacos após ataque do coração - Sociedade Psicossomática Americana, 06/03/2001

A depressão dobra o risco de ataque cardíaco em pacientes hipertensos - Psychosomatic Medicine, 22/03/2001

Raiva e depressão predizem risco de enrijecimento das artérias - Psychosomatic Medicine, 22/03/2001

Indisposição física de idosos pode indicar depressão - Universidade de Texas, 03/08/2001

Novo estudo localiza os genes que podem predizer o alcoolismo e a depressão - American Journal of Psychiatry, 01/05/2001

A depressão crônica acelera a progressão da doença e a mortalidade entre mulheres com HIV - Journal of the American Medical Association, 21/03/2001

A depressão pode aumentar o risco de morte por doenças do coração - Archives of General Psychiatry, 14/03/2001

Depressão pode aumentar risco de doenças do coração - Circulation, 10/10/2000

Estresse aumenta risco de doenças do coração em mulheres - Sociedade Norte Americana da Menopausa, 09/09/2000

Depressão pode aumentar risco de doenças do coração - Circulation, 10/10/2000

Descoberto marcador biológico associado à depressão em crianças - Archives of General Psychiatry, 15/09/2000

Educação protege contra a depressão - Journal of Health and Social Behavior, 20/06/2000


Buscar mais artigos:  


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


notícias 2012
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

+ notícias
marcador Estudo mostra como a maconha suprime as funções imunes
marcador Chocolate preto é bom para diabetes Diabetic Medicine, 18/10/2010
marcador Exercícios podem aumentar o volume do cérebro de pacientes com esquizofrenia
marcador Óleo de peixe reduz risco de distúrbios psicóticos
marcador Chumbo pode ser o responsável pelo TDAH
marcador Desinfetantes podem levar ao crescimento de superbactérias
marcador O que você come depois dos exercícios faz diferença
marcador Poluição ambiental e diabetes podem estar associados
marcador Aveia é saudável
marcador Exercício reduz ansiedade, estresse e depressão na menopausa
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter